Impeachment de Crivella e a defesa de eleições diretas

Crivella é um péssimo prefeito e seu projeto de cidade para o Rio é tão horrível quanto. Porém, isso não é razão para um impeachment. Ele está envolvido em uma série de denúncias de nepotismo, improbidade administrativa, uso eleitoral da máquina para beneficiar seu filho, entre outras coisas absurdas.

A Câmara aceitou uma dessas denúncias, na qual a renovação de um contrato de publicidade e mobiliário urbano fez a prefeitura perder milhões de reais. Milhões que faltam para a saúde, a educação, o transporte e para políticas públicas que são obrigação da administração da cidade. Agora, Crivella tem que se explicar. Queremos entender qual o motivo de um contrato que faz a prefeitura perder tanto dinheiro que certamente faz falta ao município.

A admissão do processo de impeachment não é uma condenação, mas sim, um processo de investigação. Para tanto, foi formada uma comissão composta pelos vereadores Paulo Messina (PROS), Luiz Carlos Ramos Filho (PODE) e William Coelho (MDB), que vão conduzir as investigação em no máximo três meses e produzir um relatório que pode julgar procedente ou não a cassação do prefeito. Porém, ao final desse processo, quem decide sobre o impeachment é o plenário da Câmara.

Como vereador, nosso trabalho é fiscalizar o poder público, o executivo. Impedir que a prefeitura haja contra a sociedade, retirando direitos da população em favor dos próprios interesses ou de grupos econômicos aliados. Por isso votamos pela admissibilidade do processo e vamos acompanhar a comissão processante de perto.

Eleições diretas

Com a morte do vice-prefeito ano passado, defendemos que se Crivella cair, que aconteçam eleições diretas. Alguns vereadores manobraram para acabar com esse direito da população carioca, pois desejavam eles mesmos escolher o sucessor caso haja o impeachment. Porém, não deixamos isso acontecer semana passada e continuamos a lutar para que você vote e a povo carioca possa decidir o sucessor do prefeito. Por isso, se Crivella cair, diretas já!

Só a luta muda a vida!