Não deixe o PEJA acabar, não deixe o PEJA morrer

O Fórum de Educação de Jovens e Adultos do Rio de Janeiro publicou uma nota em resposta à Secretaria Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro que pretende implantar o sistema semipresencial no PEJA II

Saúde no Rio de Janeiro: Enxugando as pessoas e cuidando da máquina

Crivella, seguindo a orientação de Messina, decidiu cortar mais verbas da saúde. O governo chama de reestruturação, mas na verdade significa demissões em massa de cerca de 1400 profissionais distribuídos em 189 equipes de saúde da família, resultando em 1,2 milhões de pessoas perdendo a cobertura da atenção primária.